Farmácias autorizadas a vender canábis

O Infarmed deu luz verde e as farmácias portuguesas começam, esta quinta-feira, a vender canábis para fins medicinais. Uma embalagem de 15 gramas vai custar 150 euros

Não é considerado um medicamento, mas sim um produto de saúde preparado para inalar com um vaporizador e só pode ser comprado com receita médica.

«Eu vou essencialmente prescrevê-lo para doentes que me procuram pela dor, mas existem outros alvos terapêuticos para tratamento com este produto, nomeadamente, doenças inflamatórias», explica Artur Aguiar, médico do IPO do Porto, citado pela ‘Antena 1’.

Há 10 empresas no país com licença para produzir cannabis medicinal.