Famalicão: Trinta e três médicos internos complementam formação no Centro Hospitalar

Na passada segunda-feira, 33 médicos iniciaram o período de formação no Centro Hospitalar do Médio Ave. Vinte e quatro clínicos para formação geral e 9 para formação específica.

Os novos internos são oriundos de diversas Faculdades de Medicina, nomeadamente Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho e Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboas.

Finda a formação, seguem para a especialidade, para desenvolver na instituição a sua formação prática em áreas como a Medicina Interna, Cirurgia Geral e Pediatria/Ginecologia.

Os internos que iniciaram a especialidade, prosseguem agora a sua formação específica na Medicina Interna (5), Pediatria (2), Ginecologia/Obstetrícia (1) e Cirurgia Geral (1). A duração desta fase de formação é variável (entre 4 e 6 anos) e, depois de completada com sucesso, confere ao médio o título de especialista.

Segundo a diretora clínica, Fátima Figueiredo, «o CHMA recebe estes jovens médicos numa fase em que vêm aprofundar os seus conhecimentos em diversos contextos clínicos», salientando que o número de internos acolhidos «demonstra também a qualidade da nossa instituição no que respeita à formação clínica».

É de salientar que o CHMA tem idoneidade formativa reconhecida para a formação especifica a médicos de Medicina Interna, Pediatria, Ginecologia/Obstetrícia, Patologia Clínica e Cirurgia Geral. Além disso, contribui para os estágios do 5º ano de Anestesiologia, para a formação de Médicos de Medicina Geral e Familiar, nomeadamente através de estágios no Serviço de Saúde Mental, ORL, Medicina Física e Reabilitação, Pneumologia e Serviço de Urgência.