Famalicão: Tribunal de Guimarães acusa homem de sequestro e coação em instituição de Antas

O Ministério Público deduziu acusação contra um homem atribuindo-lhe três crimes de sequestro e um crime de coação agravada na forma tentada.

A situação ocorreu em janeiro de 2018, numa IPSS de S.Tiago de Antas, em Famalicão. O arguido dirigiu-se a esta instituição para solicitar apoio financeiro para a compra de uma vacina, e outros compromissos urgentes.

A técnica de serviço social que o atendeu disse-lhe que a ajuda dependia de validação. Não satisfeito com a resposta, o homem trancou a profissional à chave e disse que não abandonava aquele local sem o dinheiro que pretendia.

Ao fim de 40 minutos sequestrada, a técnica conseguiu chamar dois colegas que acabaram também fechados na mesma divisão por mais 10 minutos.

O julgamento deste caso vai decorrer no tribunal de Guimarães com o arguido acusado de quatro crimes.