Famalicão: Satisfação dos utentes em nível elevado no Centro Hospitalar

Para aferir da qualidade do trabalho interno, o CHMA – Centro Hospitalar do Médio Ave realizou o inquérito anual de satisfação dos seus serviços e instalações junto dos utentes.

Este é tido como um instrumento para uma melhoria contínua dos serviços. Por isso, foram realizados 536 inquéritos com o objetivo de avaliar 4 áreas: Cirurgia de Ambulatório, Serviço de Urgência, Internamento e Consulta Externa.

De uma forma geral, os níveis de satisfação são muito elevados, nomeadamente quando estão em causa a qualidade de atendimento e o domínio relacional.

Em relação às conclusões, o Internamento obteve um nível de satisfação de 78,7%, verificando-se que 7 dimensões avaliadas mereceram um valor superior a 80%, com a exceção das visitas que ficou pelos 37,5%, mas há que ter em conta que este período de avaliação respeita ao ano de pandemia, com os consequentes constrangimentos que implicou.

No Serviço de Urgência, a classificação mais baixa é a da triagem, com 54,8%, em resultado do tempo de espera, mas o nível de satisfação global é de 73,9%. O grau de satisfação com o desempenho dos recursos humanos é de 82,8% e da lealdade do serviço de 83,3%.

Relativamente à Consulta Externa, a satisfação global é de 92,1%. O parâmetro mais baixo é o funcionamento da consulta com 83,7%, no entanto houve um aumento significativo da satisfação relativamente ao ano anterior.

Quanto à Cirurgia de Ambulatório, foi a que mereceu melhores resultados, com praticamente todas as dimensões classificadas acima de 90% de satisfação.