FAMALICÃO QUER CRIAR “ROTAS ARQUEOLÓGICAS”

FAMALICÃO QUER CRIAR “ROTAS ARQUEOLÓGICAS”

A Câmara de Famalicão quer criar rotas turísticas “em torno” do património arqueológico do concelho, pelo que a classificação do Conjunto Arqueológico das Eiras assume «grande importância» para os objetivos da autarquia, disse o presidente. Em declarações à Lusa, a propósito da abertura do procedimento para classificação do Conjunto Arqueológico das Eiras, o presidente da Câmara, Paulo Cunha, apontou como prioridade da autarquia «preservar a possibilidade» de no futuro de estudar as «referências históricas» do território. «Não escondemos a ambição de criarmos rotas turísticas em torno do nosso património arqueológico. Achamos que a criação dessas rotas são, por ventura, a melhor forma de proteger o património porque, quanto mais visitável e visitado for, mais ajuda a sua proteção», referiu Paulo Cunha. O objetivo da autarquia esclareceu, não passa por «fechar a arqueologia em baús» mas sim abrir o património arqueológico.

Most Popular Topics

Editor Picks