Famalicão: Presidente da Câmara pede mais apoios económicos para os concelhos mais afetados pela covid-19

Paulo Cunha reivindica medidas de apoio aos setores económicos mais afetados pela pandemia da covid-19. Para o autarca, da mesma forma que há medidas mais restritivas para os territórios mais afetados, «também ao nível da compensação económica é preciso que haja medidas de discriminação positiva».

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão concorda com o caráter gradativo das medidas, «porque o país não está a viver todo ele com a mesma intensidade a segunda vaga da pandemia. Cada território pode e deve ter a sua medida específica». Para o edil, faz todo o sentido que haja medidas mais restritivas num território do que noutro.

Mas há um ponto de preocupação para o presidente da Câmara que é a origem das infeções por covid-19. Uma informação que não tem chegado ao município e impede que se conheça, por exemplo, «porque há mais casos de infeção em Famalicão do que em Braga». Segundo o edil, essa informação seria importante para ajudar a combater a pandemia.