Famalicão: Paulo Cunha pede resposta urgente do Governo ao encerramento de serviços em Famalicão

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, escreveu às Ministras do Trabalho e Solidariedade e Segurança Social e da Justiça, pedindo uma resposta urgente ao encerramento dos respetivos serviços em Famalicão, em virtude de casos confirmados e confinamento de funcionários pela covid-19.

Os serviços de Segurança Social e do Registo Civil e do Notariado de Famalicão estão encerrados desde esta quinta-feira, sem qualquer atendimento ao público. O autarca fala «num cenário grave» e pede uma resposta que «colmate a falta de resposta dos serviços» para com os cidadãos.

De resto, Paulo Cunha recorda que em anteriores situações, já havia alertado para a falta de funcionários nestes serviços «que cria uma enorme lacuna no agendamento de atendimento ao público e no tratamento de processos», agora agravados «pelo contexto nacional que vivemos».