Famalicão: o lugar do Natal

A música e as luzes animam, por estes dias, o Natal na cidade de Famalicão. O espetáculo multimedia é, mais uma vez, um importante chamariz, tal como o mercado representa o melhor lugar para descrever esta época festiva. Está na Praça D. Maria II, em dois polos distintos: de um lado a praça alimentar, do outro o mercado artesanal.

Nas tradicionais casinhas de madeira há objetos que podem ser uma boa prenda, desde cerâmicas, têxtil, joalharia, etc. Os 25 expositores estão abertos até esta terça-feira, das 14h00 às 20h00.

A praça alimentar está dentro de uma tenda, o que constitui uma novidade. Há iguarias, bebidas quentes e petiscos; vinhos aromatizados tão próprios da época, doces e chocolate quente. Alimentos que aquecem a alma e o espírito.

A praça decorre até 5 de janeiro e funciona de segunda a quinta-feira, das 11h00 às 20h00, e às sextas, sábados e domingos, das 10h00 às 22h00.

Além do mercado, a campanha natalícia, promovida pela Câmara Municipal de Famalicão e pela Associação Comercial e Industrial, oferece, ainda, um conjunto de divertimentos, que estão espalhados desde a Praceta Cupertino de Miranda, Parque da Juventude, Praça 9 de Abril, às ruas adjacentes.

É o caso da pista de gelo que está no parque de estacionamento da Praça D. Maria II. Aqui pode também aceder ao comboio, à charrete, ao carrossel.

No Parque da Juventude está o Circo de Papel. A iniciativa é promovida pelo INAC – Instituto Nacional das Artes do Circo, com o espetáculo “Jardins”, inspirado no conto “O Rapaz de Bronze” de Sophia de Mello Breyner. O espetáculo destina-se ao público escolar, instituições e também a toda a família, com várias sessões diárias até 3 de janeiro.

O pai natal está na Praça 9 de Abril, na cabana solidária, e não se esqueça que cada vila do concelho está também, devidamente iluminada.

E não se esqueça que esta terça-feira pode fazer um brinde no Porto de Encontro’19.