Famalicão: Não há marchas, mas pode ver os arcos mais premiados

As Festas Antoninas começam na sexta-feira da próxima semana, dia 4 de junho. A celebração das festas do concelho, ainda condicionada pela pandemia covid-19, far-se-á com muita música, mas o município não quer deixar passar a oportunidade de assinalar aquele que é o momento alto das festividades: as Marchas Antoninas.

Na impossibilidade de se realizarem, está a ser promovida uma exposição com os arcos utilizados (os mais premiados) pelas marchas que habitualmente participam na arruada e exibição festiva que, tradicionalmente, chama milhares de pessoas às ruas da cidade.

A exposição pode ser vista a partir do dia 4 de junho, no caminho das hortas urbanas, no Parque da Devesa.

Participam:
ARCA – Ass. Recreativa e Cultural de Antas
Ass. Recreativa e Cultural Flor do Monte (Carreira)
TUSEFA – Tuna Sénior de Famalicão
Ass. Cultural e Desportiva de S. Martinho de Brufe
Ass. Cultural e Recreativa S. Pedro de Riba de Ave
ADC- Associação Desportiva e Cultual de Arnoso Santa Eulália
Marcha da União de Freguesias de Gondifelos, Outiz e Cavalões
União de Freguesias Esmeriz Cabeçudos
Associação Unidos de Avidos
Associação Unidos Por Calendário
LACS – Associação Cultural S. Salvador da Lagoa
CRAV – Clube Recreativo Amigos de Vilarinho