Famalicão: Município apoia associações de cariz social

O município de Famalicão leva à reunião de Câmara desta quinta-feira, dia 3 de setembro, apoios financeiros a várias associações humanitárias que prestam apoio social a famílias carenciadas. Além das atividades agendadas para 2020, houve um aumento das despesas face à pandemia da covid-19 que levou a que mais famílias sintam necessidades de apoio em virtude do lay-off, baixa médica ou desemprego.

A proposta para a Humanitave é de 20 mil euros. Uma associação com um largo currículo em África, mais concretamente na Guiné-Bissau, onde tem feito várias campanhas nas áreas da saúde e do ensino; mas também tem dado apoio à população local e região, que tem aumentado nesta fase da covid-19.

Há também uma proposta de 10 mil euros para a AFPAD – Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência. Além do plano de atividades, é uma ajuda às necessidades que aumentaram por causa da covid-19.

A Re-Food tem proposta de apoio de 10 mil euros. Esta associação, de dimensão nacional, tem prestado apoio ao nível alimentar a famílias com carência económica. Devido à covid-19, o apoio emergente tem subido.