Famalicão: Mário Passos «tem valores, princípios e percurso», elogia Paulo Cunha

«Pessoa conhecedora do território, comprometida com o concelho, respeitada pelos seus pares, a notoriedade pública, mas que acima de tudo tenha visão, capacidade de rasgar horizontes, ver em frente, envolver recursos e tecnicamente preparado», são estes os predicados que Paulo Cunha, presidente da Concelhia do PSD, entende ser necessários para um candidato à presidência da Câmara.

E estas características reúnem-se, na sua opinião, «na pessoa de Mário Passos. Tem um profundíssimo conhecimento do concelho. É um cidadão de Famalicão e está familiarizado com as 49 freguesias. Tem facilidade de contacto, de diálogo, capacidade para ouvir e absorver as diferenças. Tem valores, princípios e percurso. Capacidade de decisão», elogiou Paulo Cunha durante o plenário do PSD que decorreu na noite desta quinta-feira, na Casa das Artes.

Naquele que foi, segundo o partido, um dos plenários mais participados de sempre, os militantes aprovaram Mário Passos por unanimidade e aclamação. Deste modo, validaram a escolha da comissão política de lançar o atual vereador das freguesias e desporto como candidato à Câmara Municipal pela Coligação “Mais Ação. Mais Famalicão”, suportada pelo PSD e CDS-PP. Fica a faltar a ratificação pela distrital e, posteriormente, pela nacional do partido para que o atual vereador suceda a Paulo Cunha como candidato à liderança dos destinos da autarquia.

Mário Passos nasceu em 1966. Licenciou-se em 1991 no curso de Física e Química, pela Universidade do Minho (UM). Realizou as Provas de Aptidão Pedagógica e Capacidade Científica e as Provas de Doutoramento em Ciências, em cooperação com o Instituto John Innes Centre, Norwich, Inglaterra, tornando-se Professor Auxiliar na mesma universidade, UM. Em 2004, assume o cargo de Delegado Regional de Braga do Instituto Português da Juventude e, em 2009, é eleito vereador da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. No atual mandato tutela o Desporto e as Freguesias.