Famalicão: Marco Sousa lidera «ano zero» da AD Oliveirense 1952

Marco Sousa é o novo presidente da Associação Desportiva Oliveirense 1952, o novo clube depois da insolvência da Associação Desportiva Oliveirense e respetiva SAD. Há um novo capítulo para ser construído mas as cores do novo emblema são as mesmas, as instalações continuam a ser no Campo de Ribes e os associados são, em grande parte, os mesmos, apesar de terem que se filiar no novo clube.

O novo presidente alerta para os erros que foram cometidos e que não poderão voltar a acontecer. A equipa vai começar (a 8 de novembro) a competir na 1.ª divisão da Associação de Futebol de Braga, o escalão mais baixo, porque é o seu primeiro ano em competição. A médio prazo, num espaço temporal de dois a quatro anos, o objetivo é chegar ao pró-nacional. «Não será fácil», reconhece, porque terá pela frente divisões muito competitivas e projetos ambiciosos.

Mesmo sendo para a 1.ª divisão da Associação de Futebol de Braga, Marco Sousa admite que foi fácil construir um plantel de qualidade porque o nome “Oliveirense” continua a ser muito respeitado.

A nova direção está também empenhada em dar boas condições aos jogadores. Tem um projeto, de 70 mil euros, para ser implementado que passa também pela iluminação nova, balneários e outros melhoramentos.

As instituições também estão a apoiar o projeto: a Junta de Freguesia fez um protocolo a ceder as instalações e a Câmara está a ajudar na nova iluminação que permitirá reduzir a fatura da luz.

Marco Sousa deixa também uma palavra de apreço às empresas patrocinadoras e aos associados. «Tem-se visto uma onda de revitalização como nunca tinha visto», elogia.

Assim se constrói o futuro de um clube. Mas ainda há outras formas: «temos um bar para explorar, quem estiver interessado que entre em contacto connosco. Os sócios que venham e nos ajudem. Muita coisa já tem mudado, mas só com a ajuda deles será possível», desafia o novo presidente.

Most Popular Topics

Editor Picks