Famalicão: Landim ambiciona casa mortuária e novo parque de lazer

Quase concluída a primeira fase de requalificação do Largo dr. Fonseca Monteiro, no centro da freguesia de Landim, haverá uma segunda fase, ainda sem data para arranque, que implica a construção de um pequeno edifício com bar e biblioteca. Segundo o autarca de Landim, a freguesia «ganha um novo e aprazível espaço de lazer que até aqui Landim não tinha».

O espaço foi um dos vários locais visitados pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, na deslocação que efetuou à freguesia na passada quinta-feira, dia 24. O presidente da Junta aproveitou para chamar a atenção para a falta de uma Casa Mortuária e para a necessidade de um novo parque de lazer.

Em relação ao Largo das Tílias, o presidente da Câmara frisou que «este é um espaço muito frequentado pelos landinenses e um dos mais centrais da freguesia; daí a importância desta obra que vem trazer melhores condições para todos aqueles que utilizam este largo como ponto de convívio e lazer».

A obra contou com um apoio municipal na ordem dos 50 mil euros e vem dar uma nova vida a este espaço central da freguesia que serve de apoio para a realização de vários eventos, como é o caso da festa anual da Senhora das Candeias.

Paulo Cunha, que visitou a freguesia de Landim acompanhado pelo vereador das Freguesias, Mário Passos, e pelo presidente de Junta, foi também ver o trabalho de requalificação efetuado na rede viária, nomeadamente na Rua de Sande, na Travessa da Tapada, na Rua Joaquim Teixeira de Melo e na Avenida do Pinheiro Torto.