Famalicão: Jorge Faria quer obras no Edifício das Lameiras

A nova direção da Associação de Moradores das Lameiras (AML), presidida por Jorge Faria, tomou posse este domingo, numa cerimónia em que só participaram os elementos da direção.

O mandato é de quatro anos, de 2021 a 2024. Jorge Faria continua a presidir à direção e José Maria Costa na Assembleia Geral; no conselho fiscal está Angelina Rodrigues.

O dirigente da AML destacou como grandes objetivos para este mandato «a requalificação da rede de saneamento do edifício das Lameiras, dos elevadores e de outras áreas do edifício; a construção de residências de autonomia para idosos e a requalificação de alguns espaços do centro social, de modo a promover a inovação e responder a alguns projetos».

Jorge Manuel Ribeiro Faria, presidente da nova direção, afirmou que «esta Associação vai continuar a investir no futuro da comunidade, ainda com mais qualidade, sendo este caminho guiado pelo novo projeto socioeducativo designado “Em Sintonia: Eu, o Outro e o Mundo”. Contudo, ressalvou as dificuldades provocadas pela situação pandémica «que se verão espelhadas nos próximos tempos na vertente socioeconómica das famílias, e que, como sempre, serão as IPSS a dar um enorme contributo para o reequilíbrio do país».

A direção empossada é composta pelos seguintes elementos:

Mesa da Assembleia Geral – presidente José Maria Carneiro da Costa, 1.º secretário José Carlos Monteiro Cardoso, 2.ª secretária Judite Ferreira Borges.

Direção – presidente Jorge Manuel Ribeiro Faria, vice-presidente Carla Sofia Faria, secretário Manuel Luís de Oliveira, tesoureiro José Alberto Sá Ferreira, vogal Maria Élia da Silva Ribeiro, vogal Maria das Dores Carneiro de Sá Dias, vogal Maria do Sameiro Macedo Amorim. Conselho fiscal – presidente Angelina Macedo Pinto Rodrigues, 1.º vogal: Carlos Alberto Mendes de Oliveira, 2.º vogal: Agostinho Carvalho Machado, suplente: Manuel Bastos da Mota