Famalicão: Humanitave prepara formação de professores para aulas de português na Guiné-Bissau

No Dia Mundial da Língua Portuguesa, que se assinala esta quarta-feira, a HumanitAVE- Associação de Emergência Humanitária, com sede na freguesia de Pedome, anuncia que já prepara a formação de professores guineenses para a disciplina de Português.

Esta formação vai decorrer no próximo Verão, tendo por objetivo «difundir e aprofundar a língua materna nestas comunidades, de forma a chegar a um maior número de pessoas e, com isso, reduzir desigualdades na educação de muitas crianças» da Guiné-Bissau, escreve a associação famalicense nas redes sociais.

A HumanitAVE, reconhecida como ONGD – Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, tem realizado várias missões humanitárias na Guiné-Bissau.