Famalicão: Humanitave parte em mais uma missão humanitária na Guiné-Bissau

A HumanitAVE -Associação de Emergência Humanitária parte, esta sexta-feira, com 14 voluntários, para mais uma missão humanitária na Guiné-Bissau. Durante duas semanas, vão atuar nos domínios da educação, da fisioterapia e dos direitos humanos.

Na área da educação – com formação / capacitação de cerca de 200 professores guineenses do 1º, 2º e 3 ciclos e nas disciplinas de Português, Matemática, Geografia, Ensino Pré-Escolar e Professores Bibliotecários. Esta será uma formação de âmbito nacional, centrada na cidade de Bissau. O objetivo da Humanitave é partilhar conteúdos com representantes de cada escola, de forma a implementar as novas práticas e técnicas de ensino. Há, ainda, material didático de apoio.

Para a fisioterapia, está programada a formação e capacitação a fisioterapeutas e técnicos locais nas áreas da cardiorrespiratória, neurologia, músculo- esquelética, saúde da mulher e pediatria.

Área dos Direitos Humanos e Igualdade de Género tem a ver com sensibilização de todos os intervenientes para estes direitos fundamentais.

A Humanitave leva consigo cerca de 750kg de material escolar, formativo e médico de forma a apoiar toda a missão. Para o conseguir foram precisas várias semanas de um trabalho logístico muito exigente, meticuloso e exaustivo quer na área da investigação e conhecimento científico, quer na obtenção de todo o material de apoio. Desde cadernos, material de escrita, material médico, mas também manuais de formação.

A Humanitave aproveita para agradecer a todos os que a apoiam em mais uma missão além-fronteiras.