Famalicão: Didascália mostra à comunidade que “Todos somos paisagem”

O Teatro Didascália, de Joane, organiza, este fim de semana, duas sessões para mostrar à comunidade que “Todos Somos Paisagem”.

Decorre nos dias 2 e 3, no espaço Fauna, numa parceria da Didascália com a Casa da Villa, unidade da ACIP – Ave Cooperativa Intervenção Psico-Social, e da Amitorre – Associação de Moradores da Habitorre.

“Para onde vão as plantas quando morrem?” Foi este o ponto de partida para este projeto artístico e para mostrar que todos somos paisagem.

Resulta num trabalho exploratório da flora local, unido às artes plásticas e performativas, que irá culminar com a apresentação de um herbário, com elementos artísticos e uma performance, este sábado, 2 de outubro, pelas 18h00, e no domingo, pelas 16h00.

Refira-se que para além das sessões performativas dos dias 2 e 3 de outubro, o herbário em exposição no espaço fAUNA poderá ser visitado de 2 a 9 de outubro, das 10h00 às 18h00, mediante marcação prévia, através do email rp@teatrodadidascalia.com ou do telefone 924 305 850.

«Para onde vão as plantas quando morrem?» resulta da ação Todos Somos Paisagem, inserida no projeto HÁ CULTURA | CULTURA PARA TODOS promovido pelo Município de Vila Nova de Famalicão e cofinanciado pelo NORTE 2020, através do Fundo Social Europeu (FSE).

Recorde-se que o Teatro da Didascália é uma cooperativa cultural fundada em 2008 e sediada na quinta da Bemposta, na freguesia de Joane, Vila Nova de Famalicão. A sua atividade desdobra-se entre a criação de espaços artísticos transdisciplinares e a programação e acolhimento de outros projetos artísticos: no seu espaço de criação e programação, o fAUNA, no encontro «Territórios Dramáticos», e no Festival Internacional «Vaudeville Rendez-Vous», que decorre nas cidades de Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.