Concelho

Famalicão debate reabilitação e entrega Prémio Januário Godinho

O Centro de Estudos Camilianos recebe, no dia 26 de outubro, o colóquio “A Linha do Tempo e o Tempo de Reabilitar”. A iniciativa insere-se na 3.ª edição do Festival Visão’ 25 e visa a promoção e reflexão sobre a evolução da arquitetura e as atuais dinâmicas de reabilitação segundo os contextos dominantes no território famalicense (rural, urbano, industrial).

Durante a sessão, pelas 14h30, o presidente da Câmara Municipal, vai entregar o Prémio de Reabilitação Januário Godinho. O galardão, que será entregue pela primeira vez, premeia a melhor reabilitação de edifício no concelho. De periodicidade bianual, o prémio tem um valor pecuniário de 7 mil euros, cabendo 2 mil euros ao promotor da obra e 5 mil à equipa projetista.

No colóquio, que começa às 9h30, serão debatidos temas como a “Ocupação Romana entre Douro e Minho”; “Arqueologia de Vila Nova de Famalicão”; “Casas de Brasileiro”; “Regionalismo Crítico”; “Arquitetura Moderna e Religiosa”; “Reabilitar em Contexto Rural”; “Reabilitar em Contexto Urbano” e “Reabilitar em Contexto Industrial”.

A participação é livre mas de inscrição obrigatória, em www.vilanovadefamalicao.org

Previous post

Famalicão lança nova edição do Boletim Cultural e debate “What’s in a name?”

Next post

Catarina Furtado vem a Famalicão falar de Igualdade

Cidade Hoje