Famalicão: Cerca de 9 mil famalicenses sem médico de família

O deputado Jorge Paulo Oliveira acusa o Governo de não dar resposta aos cerca de nove mil famalicenses sem médico de família. O problema foi colocado pelo deputado do PSD no âmbito do debate na especialidade do Orçamento de Estado para 2021.

Jorge Paulo Oliveira alertou a Ministra Marta Temido para o agravamento do número de famalicenses sem médico de família. O social-democrata lembrou que em outubro de 2019 havia 371 famalicenses sem médico de família; ao passo que em outubro de 2020 esse número é de 8.898 utentes. Segundo o deputado, a Ministra não respondeu a esta questão que lhe foi colocada.

Na sua intervenção, Jorge Paulo Oliveira elogiou a atuação dos colaboradores do Serviço Nacional de Saúde que procuram as melhores respostas aos doentes, no contexto das atuais dificuldades.

Enalteceu também a ação da Câmara Municipal de Famalicão em matéria de saúde pública, lembrando os investimentos municipais na Clínica da Mulher e da Criança e, mais recentemente, numa nova ala das urgências.