Famalicão: Campeonatos Concelhios só na próxima época

As competições concelhias de futsal, organizadas pela Associação de Futebol de Salão Amador (AFSA) de VN Famalicão, serão retomadas apenas no início da próxima época, prevista para o mês de outubro de 2021.

A decisão foi tomada por larga maioria, esta segunda-feira, numa reunião onde estiveram mais de duas dezenas de coletividades e o vereador do Desporto, Mário Passos.

Pese embora a ansiedade em retomar a competição, depois de meses parados, pesou mais a precaução face à pandemia. Uma das maiores dificuldades é a segurança nos recintos desportivos, para controlo do público.

«O bem-estar e a segurança continuam a ser a nossa prioridade. Entendemos, por isso, que, neste momento, essa é a melhor opção, até porque promover qualquer tipo de competição nesta fase tem ainda muitos condicionalismos a que muitos dos nossos recintos desportivos não têm capacidade para dar resposta, como por exemplo jogos à porta fechada. Há recintos que não o permitem de todo. Vamos focar-nos na próxima temporada e avançar desde já com a sua preparação, podendo inclusive anteciparmos o arranque da mesma», explicou o presidente da AFSA, Márcio Sousa.

Consciente da realidade do movimento associativo ligado ao futsal concelhio, a direção da AFSA havia já reunido com o vereador do Desporto na Câmara Municipal de Famalicão, Mário Passos, para dar conta das dificuldades das associações em resultado da pandemia. Nessa altura, o autarca deixou em aberto a possibilidade de reforçar o apoio financeiro que a Câmara atribuiu à AFSA em cada época a fim de minimizar os encargos das coletividades no arranque das competições.

O vereador do Desporto reafirmou esse compromisso na reunião que a AFSA promoveu com as coletividades. «Estamos juntos e vamos continuar disponíveis a ajudar. Apesar dos condicionalismos financeiros a que estamos sujeitos, posso aqui assumir que o apoio do município será reforçado. Vamos somar algo mais ao que tem sido habitual. Só não vou quantificar esse reforço neste momento porque quero avaliar até onde poderemos ir, mas haverá um forte reforço no apoio ao movimento associativo que pratica o futsal concelhio», prometeu Mário Passos, salientando que a autarquia famalicense «nunca fecha a porta às associações», reconhecendo o decisivo papel social que as mesmas desempenham no concelho.