Famalicão: Câmara Municipal chama associações para o combate ao isolamento social

Para combater o isolamento social e a solidão da população, a Câmara Municipal e associações dão um novo impulso ao projeto “Palavras e Afetos”, que está no terreno desde 2013

São várias as instituições locais que manifestaram interesse em se associar ao projeto promovido pelo pelouro do Voluntariado e os primeiros protocolos de adesão serão ser assinados nos próximos dias.

Com o alargamento do programa, até agora desenvolvido apenas com o apoio dos voluntários inscritos no Banco Municipal de Voluntariado, o presidente da Câmara Municipal espera criar em Famalicão «uma verdadeira rede municipal de proximidade e de combate à solidão e ao isolamento», chamando as associações «que têm desenvolvido um excelente trabalho nesta área e que vai ao encontro do objetivo do ‘Palavras e Afetos’» e, por isso, «não faz sentido manter este programa isolado e alheio do contributo precioso de quem está no terreno todos os dias», assinala Paulo Cunha.

“Palavras e Afetos” foi lançado em 2013 para promover a melhoria da qualidade de vida da população com mais de 35 anos que vive em situação de isolamento social e fomentar práticas de voluntariado.

No trabalho que realizam semanalmente, os voluntários sensibilizam e acompanham os beneficiários do programa na realização de atividades dentro e fora de casa, auxiliando em pequenas tarefas como é o caso das idas à farmácia e/ou ao supermercado. Através de uma simples conversa, de momentos de convívio e de partilha de histórias, os voluntários promovem também hábitos de socialização e ações de promoção da saúde física e mental.