Famalicão: Câmara aposta no marketing territorial para atração de investimento industrial

A Câmara Municipal implementou uma nova estratégia de captação de investimento. Designa-se de In Parques e resulta na compilação detalhada de todos os parques industriais existentes no concelho, com a informação mais relevante que importa dar a quem pretende investir em Famalicão, referiu o vereador da Economia e Empreendedorismo, Augusto Lima.

Paulo Cunha, presidente da Câmara, realça que os seis parques do concelho representam 900 hectares de espaço disponível para investimento. O autarca refere, ainda, que os parques industriais são os espaços adequados para a instalação de novas empresas porque dispõem de todas as infraestruturas necessárias.

A marca In Parques é um instrumento de marketing territorial para promoção do terceiro concelho mais exportador do país. A promoção destes parques implica a distribuição de uma guia do investidor, da divulgação de um vídeo, da distribuição de brochuras e flyers e da colocação de sinalética.

Em causa estão os parques empresariais de Currelos (Jesufrei/Arnoso/Vale S. Cosme e Cruz), o de Pelhe (Antas/Esmeriz/Lagoa/Cabeçudos/Calendário), SAM (Ribeirão e Fradelos), Pedra Leital (Requião/Gavião), Terra Negra (RIbeirão/Lousado/Vilarinho/Calendário/Esmeriz), e o do Sol (Vilarinho/Calendário).

A apresentação do documento decorreu esta segunda-feira, na zona industrial de Vilarinho das Cambas, a maior do concelho. A presidente de Junta, Judite Costa, destacou a importância desta zona industrial (a maior do concelho), que permite atração de investimento e a divulgação do nome de Vilarinho no exterior.