Famalicão: Foram entregues quase 50 mil refeições num volume de negócios de um milhão de euros

O serviço gratuito de entrega de refeições, que esteve em vigor de novembro a abril, termina com balanço positivo. Contou com a adesão de 80 restaurantes de todo o concelho, foram entregues quase 50 mil refeições, que representaram um volume de negócios de um milhão de euros.

Este serviço foi criado pela Associação de Restaurantes de Famalicão e pela Câmara Municipal de Famalicão, com o objetivo de mitigar os efeitos económicos provocados pelo confinamento. Durante estes cinco meses, os famalicenses puderem desfrutar da sua refeição na sua residência sem terem necessidade de sair de casa.

O município famalicense investiu neste projeto 175 mil euros, com o objetivo de apoiar um dos setores mais afetados com o confinamento.

Estiveram envolvidos 80 estafetas. Nos últimos dois meses do ano entregavam refeições apenas ao fim de semana; a partir de janeiro, a medida passou a ser válida em todos os dias da semana, ao jantar.

«São números que nos deixam muito contentes, não só pela ajuda que representam para um dos setores mais fustigados pela pandemia, mas sobretudo porque são fruto de um trabalho feito em equipa, a começar pelos estafetas e pelos restaurantes e a terminar nos próprios famalicenses que não deixaram de apoiar a restauração neste período tão difícil», refere a propósito o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, que traça um balanço «muito positivo» da medida.