Famalicão: Ameaça mãe de morte por causa de um carro

Famalicão: Ameaça mãe de morte por causa de um carro

Um homem de 23 anos foi levado para a cadeia, onde vai ficar em prisão preventiva, depois de bater e ameaçar a mãe de morte, por esta não lhe emprestar o carro.

O agressor, desempregado, foi detido no sábado por uma patrulha da GNR de Riba de Ave, chamada ao local pela vítima. Mesmo depois de ter sido levado para o posto, utilizou o telefonema a que tinha direito para ligar e voltar a ameaçar a mãe de morte. O juiz do Tribunal de Famalicão não teve dúvidas e mandou-o para a cadeia. A mulher, de 64 anos, ligou em pânico para a GNR a pedir ajuda, ao final da tarde do passado sábado. Estava em casa, na freguesia de Bairro, em Famalicão, e ficou aterrorizada com um telefonema ameaçador do filho, que exigia levar o carro. “Se não me emprestas o carro, levas na cara à frente dos guardas. E se for preciso, eles levam também”, repetiu o agressor, mesmo na presença dos militares. Admitindo que já tinha agredido a mãe, nos dias anteriores, e apesar dos pedidos dos guardas para que se acalmasse, o agressor tentou esmurrar a mulher, mas foi prontamente impedido pelos militares. Tentou resistir à detenção, mas acabou algemado e passou a ameaçar de morte também os guardas. “Ainda hoje vão a minha casa buscar um morto. Vão arrepender-se também”, gritava o agressor. Passou duas noites detido no posto da GNR até ser presente no tribunal local na segunda-feira.

Foi entregue na cadeia de Braga.

Fonte: Correio da Manhã

Most Popular Topics

Editor Picks