Famalicão: Ainda há escolas de 1.º ciclo em risco de encerrar por falta de alunos

No concelho de Famalicão ainda há escolas do 1.º Ciclo com um número mínimo de alunos e que, caso baixem dos 21, conforme a lei, correm risco de encerrar.

Esse estudo e onde serão acolhidas as crianças, tudo isso está previsto na nova Carta Educativa que foi aprovada esta quinta-feira, em reunião de Câmara, e que vai ser submetida à Assembleia Municipal.

Em risco estão, por exemplo, as escolas de 1.º ciclo de Seide S. Miguel, Arnoso Santa Eulália, Vilarinho das Cambas e Brufe. No caso de Brufe, como são duas escolas em locais distintos, está prevista a construção de um centro escolar para primeiro ciclo e jardim de infância.

Na nova carta educativa, com previsão para uma década, estão incluídas pela primeira vez as creches. Segundo o vereador da educação, Leonel Rocha, o objetivo é saber a distribuição das crianças, onde há falta de creches e quais as que estão com número reduzido de bebés, o que pode afetar, posteriormente, os jardins de infância e escolas de 1.º Ciclo.