Concelho

Famalicão abre em setembro um curso de Artes do Circo

A ACE – Escola de Artes de Famalicão, em parceria com o INAC – Instituto Nacional de Artes do Circo e o Teatro Didascália, vai dinamizar esta nova oferta educativa. É um curso de equivalência ao 12.º ano, de nível profissional IV, único fora de Lisboa, já homologado pelo Ministério da Educação.

O ator António Capelo, diretor da Escola de Artes, apresentou a novidade durante a visita que Paulo Cunha realizou, na tarde de ontem, às instalações da ACE. António Capelo falou do “momento auspicioso” que vive a instituição e sublinhou que com este novo curso de artes circenses “estamos a abrir uma nova porta no país para que no futuro os formandos possam enriquecer o mercado de trabalho”. O responsável salientou que o objetivo deste novo projeto, desenvolvido em conjunto com o INAC e o Teatro da Didascália visa, acima de tudo, “dignificar a profissão”.

O presidente da Câmara Municipal foi conhecer os projetos da Escola de Artes de Famalicão; um visita no âmbito do Roteiro pela Inovação. Paulo Cunha mostrou-se rendido ao projeto educativo da ACE e falou da “grande notícia para o concelho” que é o nascimento do curso de circo. O autarca elogiou a parceria entre as três instituições, salientando que se trata de “um sinal de convergência e de inteligência”.

Para Paulo Cunha, com este novo projeto “estamos a criar condições para o surgimento de novos projetos culturais. Famalicão é também hoje conhecido como um concelho que produz cultura.”

Previous post

Vortice Dance Company na Casa das Artes

Next post

Famalicão representado na fase regional do Concurso Nacional de Leitura

Cidade Hoje