Famalicão: 500 mil euros anuais para bombeiros, Cruz Vermelha e sapadores florestais

A Câmara Municipal de Famalicão renovou o apoio às três corporações de bombeiros e ao Núcleo da Cruz Vermelha.

Os subsídios são atribuídos trimestralmente e a primeira tranche foi aprovada na última reunião de Câmara, a 18 de fevereiro.

O município mantém este apoio, desde há vários anos, por entender que é «fundamental para assegurar respostas de socorro eficazes, permanentes e céleres junto das populações».

As três corporações – Bombeiros Voluntários de Famalicão, Bombeiros Voluntários Famalicenses e Bombeiros Voluntários de Riba de Ave – recebem, cada uma, 90 mil euros; o Núcleo de Ribeirão da Cruz Vermelha fica com 42 mil euros.

Na mesma reunião esteve também em discussão a atribuição do apoio financeiro às equipas de intervenção permanente das corporações de bombeiros, no valor de 8700 euros para cada corporação, tendo sido também aprovada a transferência de uma verba de 40 mil euros para a Associação dos Silvicultores do Vale do Ave para o funcionamento da equipa de sapadores florestais.

Quer dizer que o apoio anual a todas estas forças de proteção civil está próximo dos 500 mil euros.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão considera que estes apoios financeiros «são fundamentais para a gestão dos orçamentos destas forças de socorro».

«Os serviços prestados diariamente por estas equipas são de uma importância incalculável e a atribuição destes apoios por parte do Município são, de certa forma, um reconhecimento que se impõe por todo o esforço que colocam no cumprimento das suas funções», acrescenta ainda Paulo Cunha.