Famalicão: 131 mil euros para a Escola Digital

No Plano de Transição para uma Escola Digital, apresentado pelo Governo, o concelho de Famalicão recebe quase 131 mil euros para equipar as escolas com computadores.

O vereador da Educação, Leonel Rocha, diz que o valor é muito pequeno tendo em conta que o «parque informático das escolas está muito obsoleto». O autarca diz que a pandemia veio demonstrar esta lacuna e nessa altura teve que ser a autarquia a garantir os meios mínimos para o ensino à distância.

Os 130.962 euros a que o concelho de Famalicão tem direito deste Plano de Transição só chegam para comprar cerca de 300 computadores portáteis que serão distribuídos às escolas do 2.º e 3.º Ciclos.

A distribuição dos computadores terá em conta o número de alunos da ação social escolar (escalões A e B). Serão destinados apenas às escolas do 2.º e 3.º Ciclos, porque, segundo o vereador, são as escolas que apresentam mais carências a este nível.

O vereador da Educação garante que para renovar o parque informático de todas as escolas seria necessário meio milhão de euros. Leonel Rocha afirma que o município de Famalicão não tem verba para se pode substituir ao Estado, que é a entidade a quem compete equipar as escolas com meios informáticos.