ESTRATÉGIA NACIONAL ENVOLVE FAMALICÃO MADE IN NO APOIO A STARTUPS

Continua a crescer o número de novas ideias de negócio de âmbito nacional que estão a beneficiar do contributo conhecedor do Famalicão Made IN, através de acompanhamento técnico e de mentoria, para ganharem robustez e assim se projetarem.

Este é já um dos resultados visíveis da adesão da Incubadora Famalicão Made IN à Rede Nacional de Incubadoras (RNI), cujo acordo de cooperação e desenvolvimento de atividades foi ontem, quinta-feira, 10 de agosto, aprovado pelo executivo camarário, depois de a acreditação ter ocorrido em novembro de 2016. A RNI integra a estratégia nacional para o empreendedorismo, a StartUp Portugal, e visa identificar, mapear e interligar as incubadoras de empresas existentes no país, bem como promover a partilha de recursos físicos e a profissionalização dos serviços oferecidos a empreendedores e empresas incubadas.

Tiago Freitas (Porminho), Renato Cunha (Ferrugem), Ricardo Santos (YouOn) e Fernando Xavier Ferreira (Ação Condomínios) são os mentores famalicenses que emprestam o seu know-how e a sua experiência aos empreendedores nacionais que ambicionam colocar em prática as suas ideias de negócio, e que passaram a integrar também a Rede Nacional de Mentores.

Esses projetos que estão a ser trabalhados pelo Famalicão Made IN abrangem áreas como a alimentar, os serviços e comércio e as novas tecnologias e beneficiam do StartUp Voucher, um dos instrumentos da StartUp Portugal para dinamizar o desenvolvimento de ideias de negócio através da atribuição de bolsa mensal, mentoria, assistência técnica e prémio de concretização.

Refira-se que a Incubadora Famalicão Made IN dispõe de dois polos. O primeiro, inaugurado em 2015, na empresa Riopele; o segundo, criado no Edifício Globus, em Vilarinho das Cambas, em 2016. Nestes dois anos já se instalaram 24 startups nos dois polos, o que é revelador da utilidade e necessidade de infraestruturas deste tipo no concelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.