Envio de encomendas nacionais: como escolher a transportadora certa?

A pandemia da COVID-19 acelerou várias tendências no panorama do envio de encomendas. Por exemplo, no setor do e-commerce. As restrições impostas pelas autoridades fecharam espaços comerciais durante o Grande Confinamento e as limitações que ainda perduram têm afastado os consumidores dos espaços físicos. Contudo, as lojas continuaram a vender. Os canais de vendas digitais, que já vinham em crescendo, estabeleceram-se como opção válida no mercado.

Segundo um relatório recente da UNCTAD (Organização das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento) a pandemia da COVID-19 acelerou a transformação digital e o e-commerce. O relatório indica que as compras online aumentaram de 14% em 2019 para 17% em 2020.

Também fora da esfera comercial, nunca tanto tinha sido enviado pelas empresas de transporte de encomendas. O facto de as deslocações físicas estarem limitadas, não significou que deixasse de se enviar encomendas. Muitos quiseram dizer presente num contexto tão complicado.

Assim, é uma tendência para manter. Mas sendo a oferta tão vasta, importa saber: como escolher empresas de transporte de encomendas nacionais?

Agregador de comparação de preços

A Packlink é uma plataforma que agrega várias empresas de transporte de encomendas que oferecem diferentes serviços. Este produto digital pode ser uma solução para encontrar serviços à medida daquilo que precisa, de forma muito fácil e económica.

A plataforma tem uma ferramenta de comparação de preços de diferentes serviços de transporte e transportadoras a partir das necessidades específicas de cada cliente. Isto é, após serem introduzidas as características da sua encomenda, é gerada uma lista comparativa com os melhores preços das melhores transportadoras. A partir daí, pode-se escolher o serviço e gerir o envio.

Outra possibilidade é procurar a melhor opção de entre as várias transportadoras no mercado. Nesse caso, deve identificar alguns elementos essenciais para escolher a sua transportadora.

  • Condições da frota;
  • Horário das encomendas;
  • Tecnologia usada;
  • Prazos de entrega;
  • Qual a zona geográfica em que opera;
  • Qual é o custo da recolha na devolução?
  • Qual é o número de tentativas de entrega?

Para descobrir a transportadora certa para si, deve ter em conta vários fatores em consideração. Entre estes, estão:

  • Tipologia do produto que quer enviar;
  • Número de encomendas mensais que pensa realizar num ano;
  • Peso e dimensão médios dessas encomendas.

O seu envio

Tem que ter em consideração o peso, as dimensões, o volume, e o tipo de embalagem e de produto a enviar.

Entrega: prazos e pontos

Verifique as condições das transportadoras quanto aos envios: Standard, Expresso, envio no mesmo dia / dia seguinte, entrega na loja, entrega num ponto de serviço. Não se esqueça de confirmar os prazos que cada transportadora apresenta para os seus serviços, bem como os preços praticados.

Seguimento

Uma transportadora atual tem de ter a possibilidade de seguimento do envio da encomenda. Veja também se a empresa faz notificações – por SMS, email ou contato telefónico – quando a data de entrega está próxima.

Termos e condições

Ninguém conhece o fã número da leitura dos termos e condições das transportadoras, mas a verdade é que estes têm de ser lidos com atenção. Se tiver dúvidas, contacte a linha de apoio ao cliente. E que pontos devem estar nos termos e condições? Tudo sobre recolha, transporte e entrega das encomendas, preços, condições dos produtos, obrigações e responsabilidades da empresa. E ainda toda a documentação informativa sobre reclamações.

Seguros

Não tenha dúvidas: escolha uma transportadora com opção de seguro. Caso haja algum imprevisto com a sua encomenda – que ninguém quer, mas pode acontecer – convém que esta esteja coberta por um seguro.

Taxas

Há sempre taxas que podem encarecer o preço normal de uma transportadora. Entre estas estão, por exemplo, as relacionadas com serviços de recolha, devolução e armazenamento. As taxas têm de ser conhecidas antes da contratualização do serviço, devendo ser apresentadas de forma simples no site ou na documentação da transportadora.

Fazer envios nacionais é cada vez mais fácil. Contudo, tem que se saber escolher com alguma dose de paciência. Informação é poder e as empresas devem partilhá-la claramente para os clientes puderem escolher de forma consciente o serviço que melhor se adequa àquilo que pretendem. Este é um processo que exigirá algum tempo, atenção e critério. É certo que pode sempre optar por escolher uma plataforma agregadora de serviços de envio de encomendas – com opções integrações que também lhe facilitam a vida – como a Packlink ou outra plataforma com a mesma tipologia.