Empresa famalicense inicia requalificação da Linha Oeste

A Gabriel Couto vai arrancar com as obras de requalificação da Linha Oeste, empreitada orçada em 61,7 milhões de euros e que deverá ficar concluída no prazo de dois anos.

A Infraestruturas de Portugal adjudicou a obra ao consórcio Gabriel Couto SA/M. Couto Alves, SA/Aldesa Construcciones SA.

A empreitada, com 43 quilómetros, que liga Sintra a Torres Vedras, prevê a eletrificação integral do troço, a beneficiação de cinco estações e seis apeadeiros e a criação e melhoria dos acessos às plataformas de passageiros para utentes com mobilidade reduzida.

Os comboios passam a ser elétricos, as passagens de nível são suprimidas para a construção de nove passagens desniveladas e a automatização das restantes com instalação de semáforos.

Tiago Couto, diretor da construtora de VN de Famalicão, frisou que a adjudicação a este consórcio, com a liderança da Gabriel Couto, prova que esta empresa se mantém bem cotada no que respeita à inovação e excelência que permite a execução rigorosa dos prazos acordados.