Economia: Devolução de 10 cêntimos por litro de combustível vem por transferência bancária

O Governo vai usar a plataforma do IVAucher para devolver 10 cêntimos por litro, até um limite de 50 litros, aos portugueses. A medida é aplicável até março do próximo ano, anunciou na tarde desta sexta-feira, João Leão.

O ministro das Finanças confirma que o Governo vai começar a devolver em novembro 10 cêntimos por litro de combustível, até um máximo de 50 litros por mês, com uma transferência direta bancária através da plataforma IVAucher. João Leão estima que este “desconto” irá custar 133 milhões de euros.

Em declarações no Parlamento, transmitidas pela TVI24, o ministro das Finanças baliza o máximo de 50 litros por mês com o «padrão médio de consumo mensal» dos portugueses e com o «elevado» impacto financeiro da medida. João Leão recorda que o aumento do preço dos combustíveis é transversal a todo o mundo e anuncia Portugal como o primeiro país da Europa a tomar medidas desta envergadura.

Este alívio através do IVAucher soma-se ao anúncio da descida de dois cêntimos no preço da gasolina e de um cêntimo no gasóleo, através da redução do ISP, na passada semana. A redução entrou em vigor no passado sábado, mas foi anulada, já esta segunda-feira, por mais um aumento da gasolina e do gasóleo.