Economia: Deputados socialistas pedem mais atenção aos setores do vestuário, têxtil, calçado e moda

O grupo Parlamentar do Partido Socialista submeteu esta segunda-feira, dia 26 de abril, à Assembleia da República um projeto de monitorização do trabalho desenvolvido e em desenvolvimento nos setores do calçado, têxtil, vestuário e moda na economia do país. Um dos subscritores do projeto é o deputado famalicense Nuno Sá.

A iniciativa tem como objetivo avaliar as normas indicada nos pactos setoriais para a internacionalização e competitividade. Adicionalmente, visa manter postos de trabalho, capacitar trabalhadores e inovar e reorganizar os setores.

O projeto do PS realça a importância do vestuário, têxtil e calçado e salienta as consequências que a pandemia traz para estes setores. A iniciativa nota que “o facto de o trabalho ser produzido em linhas de montagem faz com que medidas do estado de emergência tornem muito difícil obter os mesmos níveis de produção, pois o número de trabalhadoras é muito elevado e de tarefas que muitas vezes não são passíveis de ser substituídas, obrigando mesmo à interrupção da linha e da produção”, pode ler-se no documento. Adicionalmente, destaca também a “redução dramática das encomendas” e os efeitos do consumo de produtos online como fatores que condicionam o funcionamento normal destes setores.