E-REDES investe 14,5 milhões na gestão da vegetação junto às redes elétricas

Para melhorar o serviço e garantir a segurança das redes elétricas, a E-REDES vai investir, até ao final deste ano, 14,5 milhões de euros em ações de inspeção e de intervenção nas zonas de proteção e nas faixas junto às linhas de eletricidade.

O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira, por José Ferrari Careto, presidente do Conselho de Administração da Empresa, no âmbito da III Conferência Gestão da Vegetação, que contou com a presença do Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Catarino.

«A E-REDES tem feito uma aposta significativa no desenvolvimento de soluções inovadoras com vista à gestão, manutenção e monitorização das redes elétricas, com especial enfoque nos espaços florestais. Para tal, temos implementado sistemas avançados de monitorização da vegetação junto à rede de distribuição de eletricidade, dos quais são exemplo a inspeção termográfica das linhas elétricas através de voos de helicóptero e a medição das distâncias de segurança com recurso a drones e imagens de satélite. O tratamento das imagens aéreas e de toda a informação recolhida tem-nos permitido assegurar uma intervenção cada vez mais eficiente no terreno», garantiu José Ferrari Careto.

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território explica que a «E-REDES é uma das entidades integrantes do Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais que maior eficácia introduz na execução e manutenção das faixas de gestão de combustível da rede secundária, demonstrando que a tecnologia é um poderoso aliado na gestão eficiente e inteligente de combustível».