Dois jornalistas vencem Prémio Nobel da Paz

Este ano, o Prémio Nobel da Paz foi atribuído a dois jornalistas: Maria Ressa e Dmitry Muratov, que lutam pela liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia, respetivamente.

Os dois jornalistas são representantes «de todos os jornalistas que defendem este ideal num mundo em que a democracia e a liberdade de imprensa enfrentam condições cada vez mais adversas», afirmou a presidente Comité Nobel Norueguês, Berit Reiss-Andersen.

«Sem liberdade de expressão e liberdade de imprensa, será difícil promover com sucesso a fraternidade entre nações, o desarmamento e uma ordem mundial melhor para ter sucesso no nosso tempo. A atribuição deste ano do Prémio Nobel da Paz está, por isso, firmemente ancorada nas disposições da vontade de Alfred Nobel», acrescentou.