Dia Mundial da Árvore assinalado com plantação de árvore cinco mil

O Parque de Sinçães, em Famalicão, ganhou, esta quarta-feira, uma nova árvore.

A plantação de um Carvalho Alvarinho – Quercus róbur – que em breve irá proporcionar sombra aos praticantes do Skate Park revestiu-se de uma simbologia muito especial, sendo a árvore cinco mil, do projeto “25 mil árvores até 2025”, que arrancou em setembro 2016.

Acompanhado por cerca de meia centena de crianças da Escola de Quintão, de Arnoso Santa Eulália, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, arregaçou as mangas e assinalou o Dia Mundial da Árvore da melhor forma possível, “cumprindo mais uma etapa deste projeto ambiental” que tem como principal objetivo reabilitar aproximadamente 25 hectares do território concelhio através da plantação de 25 mil árvores e arbustos nativos da região. Para já, o objetivo supera as expetativas, sendo que, de acordo com a planificação, previa-se para os primeiros três anos do projeto a plantação de 180 árvores por mês e, neste momento, a autarquia está a plantar uma média de 278 árvores por mês.

Para Paulo Cunha, mais importante que os números “é a mensagem que este projeto leva até à comunidade, de olharmos de uma forma diferente para a nossa floresta. Cada vez mais, as pessoas estão sensibilizadas para a importância de protegermos o ambiente e a biodiversidade e isso deve-se a muitas destas iniciativas”. O autarca lembrou ainda o“grande envolvimento e participação das pessoas e das instituições famalicenses neste projeto”, referindo que “quando isto acontece é mais fácil preservarmos o ambiente”.

A plantação da árvore cinco mil representou também o culminar de uma jornada inteiramente dedicada à natureza, através da concretização da 1.ª Rota pela Floresta – Eco-escolas. Com a colaboração e envolvimento de diversas escolas e instituições, várias dezenas de crianças plantaram um conjunto de árvores autóctones ao longo do dia em muitos espaços do concelho. As crianças transportaram um pergaminho onde iam recolhendo testemunhos assentes em compromissos assumidos pelos vários intervenientes.

Também Paulo Cunha foi desafiado a assumir um compromisso com o ambiente, referindo que “a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão está comprometida com o ambiente e assegura aos Famalicenses que, com a ajuda de todos, vai plantar 25 mil árvores até 2025.”

Duatlo de Famalicão é já este domingo

Acontece este domingo mais uma edição do Duatlo de Famalicão. A competição é uma organização da Associação dos Amigos de Pedal e da Federação Triatlo de Portugal que escolheu a prova famalicense para a atribuição dos títulos nacionais do Campeonato Douro e Norte. Deste modo, está garantida a presença dos melhores atletas nacionais. Além dos títulos nacionais, o Duatlo junta, habitualmente, centenas de praticantes.

Com a partida e chegada na Devesa, às 10 horas, os atletas têm pela frente um primeiro segmento de atletismo, com cerca de 5 quilómetros, seguido de percurso de BTT, com cerca de 20 quilómetros de extensão. A prova termina com novo segmento de corrida, com cerca de 2,5 quilómetros, a realizar no Parque da Devesa.

 

Famalicão: Mercado de Sabores este fim de semana no centro da cidade

Compotas e marmeladas, fumados e salgados diversos, entre outros produtos, são propostas para este fim de semana em mais uma edição do Vai à Vila. O Mercado dos Sabores decorre este sábado e domingo com a presença de duas dezenas de produtores locais.

Na Praça D. Maria, este mercado urbano estará aberto das 10 às 23 horas, este sábado, e das 10 às 18 horas, este domingo, sendo de entrada livre.

A par do certame, quem visitar o centro urbano no domingo também pode assistir a coreografias pelo grupo de dança M Dancer’s, às 14h00, seguindo-se a atuação da Orquestra Pentágono, às 16h00, na Praça D. Maria II.

O Mercado dos Sabores faz parte do projeto municipal ‘Vai à Vila!’, iniciativa de animação regular do centro de Famalicão que arrancou em 2023 e preenche cada fim de semana, conciliando o novo centro urbano com uma dinâmica cultural e lúdica.

Foto arquivo

Famalicão é o município do norte mais procurado para arrendar casa

Vila Nova de Famalicão está na lista dos municípios mais procurados para arrendar casa.

O concelho famalicense assume a posição nº 11 do ranking que integra 50 municípios de todo o país e tem por base os registos/procura de imóveis através da plataforma idealista. No norte, Vila Nova de Famalicão chega a ser o município com maior procura, assumindo o 1º lugar.

O estudo reporta-se ao último trimestre de 2023 e concluiu que as zonas mais procuradas para arrendar casa, e que lideram a tabela, estão localizadas na periferia de capitais de distrito, como Lisboa, Setúbal e Braga.

 

 

Famalicão: Sensibilização contra os maus-tratos na infância em Joane

Neste mês de alerta contra os maus-tratos na infância, continuam as ações de sensibilização, organizadas pelo município de Famalicão e pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, com o apoio de outras entidades. A próxima é na manhã deste sábado, às 9h30, numa abordagem à população na feira de Joane, com a colaboração da GNR da vila.

Dia 20, também um sábado, pelas 15 horas, showcooking no Mercado Municipal, com a presença de crianças e jovens das casas de acolhimento da ATC e Mundos de Vida. Pelas 16h30, yoga do riso com terapia do riso e presença da terapeuta/animadora sociocultural Carminda Carvalho. Para participar, é obrigatório o preenchimento do formulário.

No dia 30 de abril, às 11h30, será “construído” um laço humano, no centro urbano (junto à Fundação Cupertino de Miranda) com a colaboração das turmas dos cursos profissionais do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco/D. Sancho I e Escola profissional CIOR.

 

FC Famalicão “em alerta” com o momento do FC Porto

“Não há duas sem três”, diz o ditado e o FC Famalicão quer que se cumpra, este sábado, diante do FC Porto. O conjunto famalicense vem de duas vitórias seguidas, tem os níveis de confiança elevados, mas o adversário é o terceiro classificado do campeonato e joga em casa. O facto do FC Porto vir de duas derrotas consecutivas não sossega o treinador Armando Evangelista. Pelo contrário. «Estão em alerta máximo e isso pode dificultar a tarefa do FC Famalicão», disse na conferência de imprensa. Por isso, dentro da estratégia montada para este jogo, que o técnico famalicense não revela, está a consciência de que é preciso estar em constante alerta.

Sabe que não vai contar com Chiquinho nem com Riccieli, que têm sido titulares e influentes na equipa, mas não valoriza em demasia isso, porque reconhece que é uma oportunidade para outros mostrarem o seu valor, «sedentos que estão de mostrarem as suas qualidades».

Armando Evangelista vai com ambição ao Dragão, ainda sem pensar no jogo de terça-feira, diante do Sporting, em casa, para acertar calendário. Em sete jornadas que faltam, o FC Famalicão enfrenta os três “grandes”, mas o técnico prefere pensar num jogo de cada vez e não em posições na tabela classificativa. «Temos três jogos com adversários fortíssimos, mas estamos focados em sermos competitivos e que a equipa continue a crescer de mão dada com o crescimento do clube», sublinhou.

Recorde-se que está à frente do clube há apenas dois jogos, tempo que considera insuficiente para que os jogadores tenham assimilado todas as ideias de jogo. Sobre a posição do clube no final do campeonato também não traça objetivos, mas compreende a ambição interna e reconhece a necessidade da competitividade da equipa acompanhar o crescimento do clube no futebol português.

A partida entre o FC Porto e o FC Famalicão está marcada para as 18 horas deste sábado, no Estádio do Dragão.

Foto: FC Famalicão

Famalicão: Saiba quem são os vencedores do concurso de ilustração e escrita sobre os 50 anos da Revolução de Abril

No âmbito das comemorações dos 50 anos da Revolução de Abril de 1974, a Câmara Municipal, através do projeto educativo e cultural “De Famalicão para o Mundo”, promoveu o concurso artístico (ilustração e escrita) subordinado ao tema “25 de Abril: 50 anos de liberdade e democracia”, incentivando a articulação entre a História Local e a Nacional.

No total foram submetidos a concurso 184 trabalhos e já foi anunciada a lista de vencedores. Recorde-se que esta iniciativa visou sensibilizar os estudantes para o significado desta data. A entrega dos prémios aos trabalhos individuais acontecerá no dia 25 de abril, 17h30, na Galeria da Casa Museu Soledade Malvar; os prémios referentes aos trabalhos coletivos serão entregues em data a agendar em contexto de sala de aula.

A lista de vencedores

1.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Lourenço Oliveira, 1.º ano – EB 1 Terras do Ave – AETA
Coletivo: Mariana Pereira e Salvador Sousa, 1.º ano – Colégio Machado Ruivo

2.º escalão –- produção escrita – conto:
Individual: Matilde Nogueira Moreira, 5.º A, n.20, Escola Básica do 2º/3.ª ciclo de Ribeirão – Agrupamento de Escolas de Ribeirão;
Coletivo: Turma H2, EB1 de Oliveira de S. Mateus, Agrupamento de Escolas Terras do Ave;

2.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Francisca Martins Lima, 4.º ano, EB 1 de Joane, Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado
Coletivo: Turma 6.6, Escola Básica 1º/2º Ciclos Dr. Nuno Simões, Agrupamento de Escolas D. Sancho I

3.º escalão – produção escrita – conto:
Individual: Daniela Gomes Fernandes, 9.º B, n.º 6, Escola Secundária Padre Benjamim Salgadio, Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado;
Coletivo: Turma 9.º 3, Agrupamento de Escolas de Gondifelos;

3.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Rúben Azevedo, 9.º F, Agrupamento de Escolas de Ribeirão (foto)
Coletivo: Diana Ventura e Leonor Martins, 9.º A, Agrupamento de Escolas Terras do Ave

4.º escalão – produção escrita – conto:
Individual: Tiago Carvalho Barquero da Silva, 11.º J – Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco;
Coletivo: sem trabalhos a concurso.

4.º escalão – expressão plástica – Ilustração:
Individual: Luís Martins, 11.º I, Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco
Coletivo: Turma 12.º 2, Didáxis