Detido por burla informática a empresa de confeções 8

Detido por burla informática a empresa de confeções 9

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem de 40 anos suspeito de burlar uma empresa de confeções, acedendo ao seu sistema
informático para assim conseguir ofertas de vestuário, anunciou ontem aquela autoridade.

Em comunicado, a PJ refere que o detido está indiciado pela prática dos crimes de burla informática, acesso ilegítimo e falsidade informática. Segundo a PJ, desde dezembro de 2017 que o detido «acedia ilegitimamente ao sistema informático de uma empresa de confeções e interferia no registo de pagamentos de compras via internet, produzindo documentos não genuínos de ofertas, que usava em seu proveito».

A PJ efetuou uma busca no domicílio do detido, na área do Porto, apreendendo o computador utilizado e o vestuário ilicitamente obtido.

Most Popular Topics

Editor Picks