Deputado famalicense culpa governo pelo fecho do Externato Delfim Ferreira

Deputado social democrata na Assembleia da República culpa o Governo pelo encerramento do Externato Delfim Ferreira e é mais uma voz a reclamar ensino básico e secundário para a vila ribadavense.

Numa pergunta dirigida ao Ministro da Educação, Jorge Paulo Oliveira acusa o Governo de acabar com os contratos de associação e, deste modo, de sobrecarregar, ainda mais, o ensino público famalicense

Segundo Jorge Paulo Oliveira a sobrelotação provoca que muitas famílias sejam obrigadas a levarem os filhos a prosseguirem os estudos fora do concelho e salienta que volvidos perto de 40 anos, depois da celebração dos primeiros contratos de associação, Riba de Ave perdeu escola gratuita e de qualidade e, em troca, não recebeu a oferta de ensino publico de nível básico e secundário

Assim, o deputado quer saber se o Governo está disponível para dotar a vila da oferta do ensino público com todos os níveis de escolaridade até ao 12º ano.