“Da Fábula ao Surrealismo”

“Da Fábula ao Surrealismo”

O museu da Indústria Têxtil tem patente até ao dia 30 de junho a exposição “Da Fábula ao Surrealismo”.

Esta exposição representa a audácia, a inteligência e a liberdade que estes pequenos grandes artistas, do Pré-escolar e 4º ano do Agrupamento Camilo Castelo Branco, expressaram nas suas obras de arte.

Todo este processo deveu-se ao Projeto Marka que tem como objetivo principal articular o currículo nacional com os conteúdos locais, que neste caso releva o património local.

Esta fusão de identidades teve como ponto de partida o Surrealismo e uma obra do Plano Nacional da Leitura “A cegonha e a tartaruga” de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, que serviu de motivação para posteriores desafios, visto o conceito de fábula se aproximar a algumas características do Surrealismo.

Contudo, foi através da exaltação de processos oníricos e da observação/experimentação de algumas obras céleres do surrealismo português de Mário Cesariny e Cruzeiro Seixas que os alunos se libertaram e criaram o seu próprio movimento artístico.

Por fim, o Projeto Marka e a equipa das bibliotecas do AECCB agradecem a colaboração da Fundação Cupertino de Miranda, da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, da Casa ao Lado e do Museu da Industria Têxtil na estruturação, dinamização e concretização da Exposição.

Most Popular Topics

Editor Picks