Concelho

D. Sancho vai fazer florir janelas e portas

O Agrupamento de Escolas D. Sancho I vai revitalizar uma memória popular conhecida como as Maias, que consiste na colocação de flores (normalmente amarelas e em arranjos de forma circular) às portas e janelas na madrugada do dia 1 de maio.

Para concretizar esta iniciativa, o Agrupamento toma como parceiros o Museu da Indústria Têxtil e a Casa-Museu Soledade Malvar, espaços que também vão receber maias no dia 30 de abril.

Os alunos do Agrupamento, com ajuda de professores e auxiliares, vão participar e, desta forma, ficar a conhecer uma tradição portuguesa, com fortes raízes no Minho. Variando de localidade para localidade, com este gesto, a gente minhota pretende afastar a fome, afugentar o feiticeiro (… a entrada das bruxas!), evitar que o diabo (… nessa noite anda à solta!) entre em suas casas ou simplesmente para que o “burro” não morda o gado ou dê cabo do cereal. É um gesto, também, associado à Primavera, ao triunfo da natureza.

Previous post

Famalicão dá a conhecer os incentivos à reabilitação urbana

Next post

Vortice Dance Company na Casa das Artes

Cidade Hoje