D. Jorge pede dinamismo aos movimentos pastorais

D. Jorge pede dinamismo aos movimentos pastorais

O Arcebispo Primaz desafiou esta sexta feira, na basílica dos Congregados, as paróquias e movimentos eclesiais a não se contentarem com o «minimalismo», «onde a manutenção é a principal estratégia pastoral». D. Jorge Ortiga, que proferiu uma mensagem no início da celebração eucarística que marcou o arranque da 12.ª edição da “Noite UP’S – Uma direta com Deus” (ou “Upa, Pro Sameiro!”), lamentou que, muitas vezes, as comunidades, movimentos e associações se contentem «com o mínimo para andar em frente», «fechando-se em reuniões sem horizontes mais amplos».

Na missa presidida pelo bispo auxiliar de Braga e presidente da Comissão Arquidiocesana para o Laicado e Família, D. Francisco Senra Coelho, D. Jorge Ortiga recorreu ao «dinamismo» da celebração de Pentecostes para colocar «algumas perguntas muito concretas». «Estais contentes com a vossa vida enquanto cristãos, discípulos de Cristo e seus enviados no meio do tecido social que vos envolve? As vossas comunidades paroquiais estão satisfeitas com aquilo que vivem dentro e fora da paróquia? Os vossos movimentos possuem a força evangélica que chega às realidades terrenas ou fecham-se em reuniões narcisistas sem ardor apostólico? Que esperais desta noite? Um passatempo agradável e descontraído? Ou desejo de promover um encontro profundo e pessoal com Cristo», questionou, antes da partida em peregrinação noturna dos cerca de 250 jovens rumo ao santuário do Sameiro. «Hoje sois jovens mas amanhã sereis família, sacerdotes, religiosos ou religiosas. Estar com Ele para abraçar um estado de vida é a base para um encontro pessoal e íntimo com Cristo», afiançou o Arcebispo de Braga, que enviou simbolicamente as cerca de duas centenas e meia de participantes ao santuário mariano bracarense.

Depois de regressarem este sábado, às 8h15, à basílica dos Congregados, os jovens participantes da “Noite UP’S – Uma direta com Deus” passam o testemunho ao grupo seguinte, dando-se continuidade à vigília de Pentecostes. Durante este sábado, outras quatro igrejas de Braga acolhem celebrações animadas por diversos movimentos eclesiais e associações de fiéis.

Fonte: Diário do Minho

Most Popular Topics

Editor Picks