Covid-19: OMS pede para que fronteiras se mantenham abertas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu hoje para que as fronteiras se mantenham abertas, numa altura em se multiplicam as restrições de viagens relativas aos países africanos devido à propagação da nova variante do coronavírus SARS-CoV-2.

“A OMS está ao lado dos países africanos e pede para que as fronteiras continuem abertas”, refere a agência da Organização das Nações Unidas (ONU) em comunicado, apelando aos países para que adotem “uma abordagem científica” baseada na “avaliação dos riscos”.

Segundo a OMS, “é crucial que os países que são transparentes com os seus dados sejam apoiados”, uma vez que “é o único meio” de assegurar que “dados importantes” são recebidos “em tempo oportuno”.

A OMS classificou na sexta-feira a nova variante do coronavírus que causa a covid-19 como uma variante “de preocupação” e batizou-a como Ómicron, nome de uma letra do alfabeto grego.

A nova estirpe, inicialmente detetada na África do Sul, já foi identificada em vários países e, de acordo com a OMS, parece representar um risco acrescido de reinfeção quando comparada com outras variantes de preocupação em circulação, como a Delta, dominante no mundo e a mais contagiosa até à data.
Desconhece-se ainda, em rigor, os efeitos da Ómicron na transmissibilidade, severidade da doença e imunidade.

Covid-19: Novo recorde de infetados: 56.426

Portugal bateu um novo recorde diário de infeções pelo novo coronavírus. São 56.426 nas últimas 24 horas e mais 34 mortes.

O Norte é a região que continua a apresentar o maior número de casos: 24.422 novos casos e 10 mortes.

Os internados, em enfermarias, são 2.004 (mais 45) e em UCI há 152 (menos 1).

Covid-19: Novo recorde de infetados, 52.549, no dia em que se sabe que quem estiver em isolamento pode ir votar

Portugal registou, esta terça-feira, um novo recorde diário de infetados pelo novo coronavírus. São 52.549 novos casos e 33 mortes.

O Norte volta a ser região o número mais elevado de infeções, com 22.455 casos. Há, ainda, 10 falecimentos.

No que diz respeito aos internamentos, nas enfermarias estão 1959 pessoas (mais quatro); em UCI há 153 doentes (menos 7).

Recorde-se que esta quarta-feira, o Governo decidiu que as pessoas que estiverem em isolamento no dia das eleições legislativas, marcadas para 30 deste mês, vão poder sair para exercer o seu direito de voto. A informação foi avançada pela ministra Francisca Van Dunem em conferência de imprensa realizada ao início da tarde.

 

Famalicão: Covid-19 na equipa da Transdev provoca cancelamento de viagens

Algumas viagens realizadas pela Transdev, no concelho de Vila Nova de Famalicão, não estão a ser realizadas.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, na origem do problema está o número de profissionais da transportadora infetados com a Covid-19.

Apesar de tudo, a empresa continua a fazer todos os esforços para garantir que o serviço seja prestado sem prejuízo para os seus utilizadores.

 

Asfixia por vomito poderá ser a causa da morte da criança no Santa Maria, autópsia está a ser realizada

Uma asfixia por vómito terá sido a causa da morte de uma criança de seis anos, que faleceu no passado domingo, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

O caso foi trazido a público pelo facto da criança ter testado positivo à Covid-19 e já ter sido vacinada.

Segundo a SIC Notícias, a autópsia já está a ser realizada, contudo, o resultado dos exames poderão ainda ser demorados.

Vários especialistas apontam que uma asfixia por vómito será a causa mais provável para a morte do menor.

A Procuradoria-Geral da República abriu esta terça-feira um inquérito a este caso.

Tony Carreira está positivo à Covid-19 e cancela concertos em França

Tony Carreira anunciou esta terça-feira, num vídeo publicado nas redes sociais, ter contraído a Covid-19. O cantor de 58 anos, informou os fãs de que está infetado e não poderá dar os concertos que tinha agendados em França – a 21 de janeiro, no Zenith D’Orleans, em Orleães e no dia seguinte, no L’Olympia, em Paris.

«Infelizmente contraí a Covid-19 e estou infetado. Soube isso há minutos. Amanhã de manhã iria embarcar para Paris. Lamentavelmente não poderei dar esses dois concertos», lamentou o cantor que, em junho passado, sofreu um enfarte do miocárdio e esteve internado durante dois dias no Hospital de Faro, sempre estável e livre de perigo.

Covid-19: Novo máximo de casos, 43.729, nas últimas 24 horas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 43.729 novos casos pelo novo coronavírus, um novo máximo diário. Há, ainda, a lamentar 46 mortes.

A região Norte contabiliza 18.116 novas infeções e 11 mortes.

Os internamentos, nas enfermarias, sobem: 1955 (mais 17); em UCI desce, 160 doentes (menos 14)