Covid-19: DGS recomenda rastreio a funcionários das creches

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda o rastreio à covid-19 a todos os funcionários das creches, independentemente de estarem ou não vacinados.

Segundo o documento, publicado no site da DGS, esse rastreio poderá ser feito por fases tendo em conta a evolução da situação epidemiológica e o estado vacinal dos profissionais.

A DGS entende que «existe potencial de transmissibilidade de SARS-CoV-2 nas creches, creches familiares e amas, pelo que devem ser devidamente implementadas medidas de prevenção e controlo de infeção», lê-se no documento, em que constam as orientações para prevenir a transmissão da covid-19, assim como os procedimentos a adotar perante um caso possível ou provável de infeção por SARS-CoV-2.

Recomenda que na situação de um caso suspeito, a instituição deve encaminhá-lo para a área de isolamento, pelos circuitos definidos no Plano de Contingência, e contatar a autoridade de saúde.

Os encarregados de educação do caso possível ou provável devem ser de imediato contactados para levar a criança e aconselhados a contactar o SNS 24 (808 24 24 24), o que também poderá ser feito na própria creche e os restantes devem ser informados em caso de existência de um caso confirmado na instituição.