Covid-19: Câmara Municipal de Famalicão cede técnicos à ARS Norte

Para apoio ao rastreio colaborativo Covid 19, a ARS Norte passa a contar com 14 colaboradores disponibilizados, temporariamente, pela Câmara Municipal.

Segundo nota de imprensa, o município diz que respondeu ao pedido de ajuda da Autoridade Coordenadora do Norte cedendo 10 técnicos da área da juventude, educação e desporto, 2 técnicos com funções coordenadoras e 4 técnicos de ação social, que receberam formação da respetiva área de atuação: realização de contactos telefónicos para deteção de casos de risco através de convívio com casos positivos, como nos contactos telefónicos de orientação, esclarecimento e emissão de declarações de isolamento profilático.

O objetivo dos inquéritos epidemiológicos passa por rastrear as cadeias de transmissão, auxiliando nessa missão os técnicos de saúde pública e libertando-os para outras missões. Deste modo, procura-se interromper mais rápido as cadeias de transmissão do vírus.

«Desde o início desta pandemia que demonstramos a nossa disponibilidade para colaborar com as entidades de saúde, porque entendemos que é necessária uma união de esforços e entreajuda para enfrentar a pandemia», refere o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que assume que «o município tem capacidade para apoiar no que for necessário».

Este apoio surge no seguimento de outros já providenciados pela autarquia: a construção de um edifício de apoio ao serviço de urgência do Centro Hospitalar do Médio Ave; a ativação do Centro de Diagnóstico Móvel para a Covid 19; a instalação de um Centro de Retaguarda com 30 camas, na antiga Didáxis de Vale São Cosme, para dar resposta a eventuais necessidades; o fornecimento de equipamentos de proteção individual a diversas instituições de saúde; a disponibilização de duas viaturas ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Famalicão, entre outros.