Covid-19: Associação de ginásios pede apoio ao governo

A Associação de Ginásios – AGAP Portugal Ativo – diz que sem apoios específicos para o setor os prejuízos serão irreversíveis. Garante que já há cerca de três centenas de clubes de portas fechadas e cinco mil profissionais sem emprego.

Por isso, pede ao Governo medidas urgentes.

A AGAP sugere a criação de linhas de apoio a fundo perdido; o apoio direto aos profissionais através de subsídio; e a constituição de uma linha de apoio à tesouraria das empresas do setor.