Covid-19: «Acesso de adolescentes saudáveis à vacinação não se coloca nesta fase»

A Direção-Geral de Saúde (DGS) esclareceu esta quarta-feira, que «a possibilidade de acesso de adolescentes saudáveis à vacinação não se coloca nesta fase, dado que ainda estão a ser vacinadas faixas etárias acima dos 18 anos e está a ser dada prioridade a adolescentes e jovens com comorbilidades». A informação foi avançada no seguimento da norma da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19, partilhada na última terça-feira, que determina que os jovens entre os 12 e os 15 anos que tenham cancro ativo, diabetes, obesidade, insuficiência renal crónica estão entre as pessoas que devem ser vacinadas.

«Tal como se procedeu para as comorbilidades prioritárias para a Fase 1 e Fase 2 (pessoas com 16 ou mais anos de idade), os adolescentes com estas comorbilidades são elegíveis para vacinação após a sua identificação, através da Prescrição Eletrónica Médica, pelos médicos assistentes», explicou a DGS. «É ainda dada a possibilidade de, tal como na vacinação de pessoas com 16 ou mais anos, em situações excecionais e clinicamente fundamentadas, o médico referenciar uma pessoa para vacinação prioritária. Essa referenciação deverá ser baseada numa avaliação de beneficio-risco», acrescentou.

Os adolescentes entre os 12 e os 15 anos que já realizaram o agendamento devem chegar aos Centros de Vacinação acompanhados com a pessoa que tenha a sua guarda, na data em que foram convocados.