Coronavírus: Lar da Maia conta com uma morte e dois infetados

A residência sénior “O Amanhã da Criança” da Maia, colocou em isolamento 46 idosos e espera o resultado dos testes à Covid-19 de outros 13, após ter registado um morto e confirmado o contágio de duas funcionárias.

À Lusa, o presidente da instituição indicou que um utente de 91 anos morreu no domingo à noite no Hospital de São João no Porto depois de testar positivo Covid-19 e que duas funcionárias estão infetadas.

Sobre o homem de 91 anos que morreu, o presidente da instituição localizada em Pedrouços, na Maia, indicou que este tinha um quadro “complicado com várias patologias como insuficiência respiratória aguda, diabetes e problemas cardíacos”.

Questionado sobre se conseguiu apurar a origem do contágio, o dirigente da O Amanhã da Criança aponta para a visita recente de uma “estagiária” que na sexta-feira ligou para a instituição a avisar que estava infetada.