Coronavírus: Hospital toma mais medidas para limitar acesso de pessoas

Depois de cancelar as visitas aos doentes, o Centro Hospitalar do Médio Ave tomou outras medidas:

– suspendeu o acesso às instalações de não colaboradores que não sejam fundamentais para o funcionamento do Centro Hospitalar;

– estão suspensas as sessões de preparação para o parto e as visitas guiadas pré-natais;

– está suspenso o atendimento presencial no Gabinete do Cidadão, devendo os utentes ou familiares utilizar o contacto telefónico do CHMA ou o correio eletrónico ([email protected] ou [email protected];

– o atendimento do Serviço Social será restrito e sujeito a avaliação prévio do Serviço; estão suspensas as cerimónias na Capela da Unidade de Famalicão e a visita Pascal nas duas Unidades;

– está suspenso o atendimento presencial nos serviços de apoio administrativo a não profissionais do CHMA, devendo, em caso de necessidade, ser utilizado o correio eletrónico [email protected] ou telefónico 914438737.

Em casos imperiosos e inadiáveis, que exijam contacto presencial, deverão ser utilizados pontos de acesso existentes nas duas unidades, com contacto subsequente com o serviço respetivo. Na Unidade de Famalicão o ponto de acesso situa-se no Balcão Único da Consulta Externa e na Unidade de Santo Tirso no Posto Informativo do átrio principal.

– O CHMA está a promover a realização de consultas subsequentes sem a presença do doente, quando os critérios clínicos o permitam.