Continua detida famalicense que maltratava filho bebé

Continua detida famalicense que maltratava filho bebé

O Tribunal da Relação do Porto decidiu manter em prisão preventiva a mãe que infligiu maus-tratos ao filho recém-nascido, avança o Jornal de Notícias, na edição desta segunda-feira.
A mãe, uma costureira de 29 anos, não suportaria o choro da criança e, na tentativa de o fazer calar, abanava-o de forma consecutiva, ao ponto de o ter deixado em estado grave, com lesões cerebrais causadas por hemorragias internas.
A famalicense foi detida a 29 de novembro de 2018, depois de novos episódios de maus-tratos, desta feita no Hospital de São João, onde o bebé estava internado nos cuidados intensivos.
Segundo a acusação do Ministério Público, o bebé, que nasceu em setembro do ano passado, era uma criança saudável e não sofria de qualquer malformação. Deste modo, os problemas que hoje apresenta terão surgido na sequência dos maus-tratos de que a mãe está acusada, por dois crimes de violência doméstica agravada.
O bebé está entregue a uma família de acolhimento e contínua a sofrer de problemas de saúde, devido às lesões.

Most Popular Topics

Editor Picks