Concelho

CONGRESSO NACIONAL DA JSD

Decorreu durante o passado fim de semana, de 13 a 15 de abril, na Póvoa de Varzim o vigésimo quinto congresso nacional da Juventude Social Democrata.

A concelhia da JSD Vila Nova de Famalicão marcou presença, com a sua maior delegação de sempre. Participaram ao todo 25 jovens sociais democratas famalicenses, 14 dos quais na qualidade de delegados.

Famalicão assumiu uma posição ativa no congresso contando com a participação de dois militantes na apresentação de duas propostas políticas sectoriais, intituladas “A Advocacia não é para todos, CPAS – a pedra no sapato” e ainda ” Estagiários de Profissão – Um país que vive dos estagiários, e os estagiários que não conseguem viver do país”.
Ambas as moções apelavam aos mais de 600 delegados, uma análise profunda sobre estas duas temáticas e onde ambas foram aprovadas por larga maioria.

O momento alto da participação da JSD de Vila Nova de Famalicão aconteceu com a intervenção do seu presidente Nuno Marques Moreira, que enalteceu a necessidade de se fazer da JSD o partido idôneo que alberga e intervém em consonância com o que são as necessidades de todos os seus militantes, sem salvaguardar os interesses próprios. Foi também momento de se debater os acontecimentos passados que, sob alçada da presidência de Simão Ribeiro, colocaram a concelhia de Vila Nova de Famalicão num momento de impasse e instabilidade no momento de decisão da eleição a decorrer na juventude concelhia.

De salientar ainda, a proposta apresentada pela concelhia de Vila Nova de Famalicão para que Firmino Costa, antigo Presidente da Distrital de Braga e militante famalicense que muito contribuiu para o desenvolvimento e impulso da Juventude Social Democrata, fosse eleito militante honorário.

Como programa do congresso, e o momento mais aguardado, seria altura de ir a sufrágio a a escolha do novo presidente da Comissão Política Nacional da JSD. Tal eleição foi disputada pelo militante André Neves e pela, militante eleita, Margarida Balseiro Lopes. Foram também eleitos os novos órgãos para o Conselho de Jurisdição Nacional, Mesa do Congresso Nacional, Comissão Eleitoral Independente e ainda para o Conselho Nacional.

Nas palavras do seu presidente Nuno Marques Moreira, a JSD Vila Nova de Famalicão espera que a Margarida Balseiro Lopes faça jus à confiança depositada, e consiga fazer prevalecer as raízes e princípios da JSD.

Previous post

LUÍS SILVA ALCANÇA BRONZE EM MELGAÇO

Next post

EatTasty: o sucesso serve-se à mesa

Cidade Hoje